Turista subiu 90 degraus de templo maia de Chichén Itzá e acabou vaiada e expulsa

No México, mais propriamente na zona arqueológica de Chichén Itzá (uma das sete maravilhas do mundo), uma turista resolveu quebrar as regras e subiu os 90 degraus do Templo maia de Kukulcán. Os turistas presentes no local começaram a repreendê-la e pediram que fosse presa.

Após o incidente, a turista foi entregue ao Ministério da Segurança Pública. Segundo a Lei Federal de Monumentos em vigor estão previstas multas para este tipo de situações que podem chegar aos 8870 euros.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS