Treinador do Marítimo faz apelo: “cada jogador dar 10% do salário a quem precisa”

O treinador do Marítimo, Milton Mendes, dedicou a vitória em Barcelos a todos os que estão a sofrer com a Covid-19. De seguida, o técnico brasileiro dos insulares defendeu que os desportistas são privilegiados e que têm capacidade para ajudar os mais necessitados, sugerindo que cada jogador podia dar 10% do seu salário para ajudar quem mais precisa.

“Vitória é alegria. Este momento é difícil para todos. Temos os nossos familiares, como o Rodrigo Pinho, tantas pessoas no mundo a sofrer dificuldades inerentes a essa doença, que pôs toda a gente de joelhos e não sabemos quando vai atacar. Com humildade, queria oferecer a vitória a todos os que estão a precisar de um abraço, de um consolo e lançar um desafio”, referiu Milton Mendes, em declarações à Sport TV.

“Quem está no desporto e no futebol, temos de tirar proveito disso. Ganhamos bem no nosso trabalho e está muita gente neste estado. Lanço o desafio aos desportistas em geral para ajudarem um pouco, cada um dar dez por cento do seu salário para tentar ajudar as pessoas. Não sei como, mas no momento do golo lembrei-me de algumas pessoas e a tristeza de muitas pessoas necessitadas. Vou pedir à comunicação do clube para ajudar a divulgar. Temos uma grande responsabilidade no desporto e todos sabem isso. Temos de estar unidos e de dar uma alegria dentro do possível. O dinheiro é o menos, um abraço é mais importante, mas neste momento o dinheiro é capaz de ajudar muita gente”, concluiu o treinador do Marítimo.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS