Slavia recusou ajoelhar-se contra o racismo e Lacazette “enfrentou” os jogadores

Pela segunda vez consecutiva, o Slavia de Praga recusou ajoelhar-se antes do jogo contra o Arsenal, num gesto que se tornou comum nos jogos que envolvem equipas inglesas em apoio ao movimento antirracismo “Black Lives Matter”. Ninguém da formação checa se ajoelhou em protesto contra o racismo, pois o Slavia tem um jogador suspenso por alegados atos racistas.

Antes do jogo, Alexandre Lacazette, avançado do Arsenal, resolveu colocar-se com um joelho no chão em frente aos jogadores do Slavia de Praga. O francês marcou uma posição na luta contra o racismo e o vídeo rapidamente se tornou viral.

No final da partida, Mikel Arteta, treinador do Arsenal, explicou o gesto de Lacazette e da sua equipa: “Os jogadores e o clube pediram-me. Eles queriam tomar essa iniciativa e tinham boas razões para o fazer, portanto tiveram o meu apoio. A UEFA e os árbitros receberam bem a ideia, acho que foi um bom gesto”.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS