Simulação mostra como seria uma guerra nuclear entre EUA e Rússia

Uma simulação desenvolvida por um grupo de especialistas em segurança e armas nucleares da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, chamada “Plano A”, mostra a devastação que um conflito entre EUA e Rússia provocaria… e as previsões são assustadoras.

Nas primeiras horas de conflito, haveria “mais de 90 milhões de pessoas mortas e feridas”.

“O risco de uma guerra nuclear aumentou dramaticamente depois que Estados Unidos e Rússia abandonaram o tratado de controle de armas nucleares”, destacam os criadores da simulação ao blog do programa Ciência e Segurança Global da Universidade de Princeton.

Nesse contexto, o objetivo da simulação é chamar a atenção sobre as “consequências potencialmente catastróficas de uma guerra nuclear entre EUA e Rússia”, advertem os criadores da simulação.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS