Russo com uma faca espetada nas costas sai de hospital para fumar um cigarro na rua com -10ºC

Um russo que deu entrada num hospital com uma faca cravada nas costas, depois de uma briga, ficou tão desesperado para fumar que saiu para a rua em cuecas quando estavam -10ºC.

O estranho incidente ocorreu em Kazan, na Rússia, com o homem, identificado apenas como Vladimir, de 34 anos, a voltar para trás depois de ouvir alguém da equipa médica a dizer que estava à beira da morte.

Os médicos conseguiram retirar a faca das costas do russo que agora está internado e em estado estável.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS