Português agredido em Espanha por quase atropelar casal e bebé numa passadeira

Em Picassent, Espanha, um condutor português foi agredido depois de quase ter atropelado um casal que atravessava uma passadeira com um carrinho de bebé.

Nas imagens, divulgadas pela Guardia Civil, podemos ver o pai da criança a pontapear o carro e o condutor a sair para pedir desculpa, mas quando se aproximou foi agredido com um soco que o fez cair de forma violenta com a cabeça, acabando por ficar inconsciente.

Logo de seguida vários populares aproximaram-se e chamaram a polícia local, mas o agressor não perdeu tempo e fugiu, sem esperar que as autoridades chegassem.

O português ficou gravemente ferido e foi atendido no centro de saúde mais próximo, tendo posteriormente sido transportado para o Hospital Universitário de Valência. Depois de ter recebido alta hospitalar, apresentou queixa pelos ferimentos e pelos danos causados no carro.

O homem contou ao jornal Marca que tem uma longa experiência como condutor, afirmando que a sua experiência ao volante contribui para não os atropelar. O homem garantiu que não os viu e que se desviou para a esquerda, tendo saído do carro para pedir desculpa.

O agressor, de 32 anos, foi detido pelos crimes de lesão corporal e danos no veículo. O caso, que remonta a 7 de junho, seguiu para tribunal e aguarda agora a decisão de um juiz. 

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS