Piloto de mota foi atropelado no Dakar’2022 por Toyota Hilux

A primeira etapa do Dakar’2022 ficou marcada por um acidente que se tornou polémico porque inicialmente não resultou em qualquer penalização. Tudo aconteceu quando o piloto chileno César Zumarán foi atropelado pela dupla sul-africana Giniel De Villiers e Dennis Murphy.

O piloto da moto ficou alguns segundos “prensado” nos pneus da Toyota Hilux e quando se conseguiu levantar fez sinal para os sul-africanos passarem, porém caiu logo de seguida. Zumarán precisou de vários minutos para se recompor e conseguiu concluir a etapa na 103ª posição. A dupla Giniel De Villiers e Dennis Murphy terminou sem ser penalizada pela direção de corrida, porém quando foi divulgado o vídeo do atropelamento foram penalizados em 5 minutos.

Os comissários concluíram que Giniel De Villiers e Dennis Murphy não tomaram os cuidados necessários e não prestaram qualquer ajuda. Mesmo com o piloto a fazer um gesto para eles passarem, estes teriam a obrigação de parar e confirmar que o piloto não estava ferido.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS