Pais levam filhos a viajar pelo mundo antes que fiquem cegos devido a doença genética rara

Uma família canadiana de seis elementos começou em março de 2022 uma viagem à volta do mundo durante um ano. O objetivo da viagem é “preencher a memória visual” de três dos quatro filhos: Mia, de 12 anos, Colin, de 7, e Laurent, de 5, que irão ficar cegos devido a uma degeneração progressiva da retina que causa declínio ou perda da visão e não tem cura ou tratamento.⁠

Leo, de 9 anos, é o único filho que escapou ao diagnóstico desta condição genética rara chamada “retinite pigmentosa”.

⁠As aventuras da família ⁠são partilhadas na página Plein Leurs Yeux. A viagem, onde pretendem ver e viver experiências únicas, começou na Namíbia e a família só tenciona voltar a casa em março de 2023.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS