Padre suspenso após deixar bebé ferido e quase o afogar durante o batismo

Um padre da Igreja Ortodoxa Russa, foi suspenso por um ano em Gatschina, na Rússia, depois de provocar ferimentos a um bebé durante um batismo.

O momento foi filmado por familiares e está a tornar-se viral, depois de o padre Foty Necheporenko ter forçado a criança a entrar na pia batismal.

As imagens mostram ainda que a mãe do bebé foi obrigada a intervir. No momento em que tenta tirar a criança dos braços do padre, este impede-a. Ao mesmo tempo, os familiares mostram-se incrédulos com o que veem.

“Ele [o padre] fez tudo para magoar o menino. Percebeu que ele era grande, que não era possível mergulhá-lo numa pia tão pequena. Eu estava com medo, corri para ele. Tentei pegar no menino. E quase me queimei porque o meu lenço tocou nas velas que estava à volta da pia batismal”, contou a mãe, Anastasia Alexeeva, citada pela Sky News, revelando ainda que a criança ficou com ferimentos.

Já o sacerdote não se mostrou arrependido e defende que cumpriu apenas o seu dever religioso e que o bebé não engoliu água nenhuma, nem bateu nas paredes da pia batismal. Sirvo há 26 anos e sempre batizei crianças assim. Cumpri o meu dever religioso”, afirmou.

As imagens podem chocar as pessoas mais sensíveis.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS