Padre envia papéis à população para que lhe seja dado o habitual “envelope” pascal

Tem sido amplamente difundido nas redes sociais e na comunicação social, que o padre da paróquia de Quinchães, em Fafe, enviou um papel a cada família da freguesia a solicitar a habitual contribuição pascal, para que o mesmo possa “ter um salário todos os meses e respetivos subsídios de férias e de Natal”.

O papel enviado alegadamente pelo pároco lembra a “situação especial que estamos a viver – proliferação mundial do coronavírus” para anunciar que “pessoas conhecidas e de confiança” irão passar pela casa dos fiéis “na altura da Semana Santa a fim de levantar a sua oferta no envelope”.

O padre lembra ainda que sem “todos os principais modos de devolver o envelope”, como as missas, confissões, igreja e sem visita Pascal, irá ser necessário ir recolher os ditos envelopes à casa das pessoas.

Numa altura em que muitos habitantes da freguesia estão fechados em casa preocupados com o futuro, desde logo económico, a mensagem foi alvo de duras críticas.

PUB

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS