Padre de 72 anos cede o seu ventilador para salvar jovem infetado e acaba por morrer de Covid-19

O padre italiano de 72 anos, Giseppe Berardelli, morreu no passado domingo em Lovere, Itália, depois de ter cedido o seu ventilador para que doentes mais novos, infetados com o novo coronavírus, pudessem ser salvos.

O sacerdote rejeitou um ventilador que lhe foi comprado pela paróquia quando foi internado por estar infetado com o novo coronavírus e preferiu dá-lo a um doente mais novo.

“Estou profundamente comovido pelo fato do padre de Casnigo, Dom Giuseppe Berardelli – a quem a comunidade paroquial comprou um respirador – ter renunciado por sua vontade e pediu para ele ser atribuído a alguém mais jovem que ele”, revela um profissional de saúde da Casnigo Rest Home, onde o padre estava internado. O gesto foi também confirmado por um dos membros da congregação.

PUB

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS