Nova mala da Balenciaga em formato de saco do lixo custa quase 2 mil euros

Depois de ter dado que falar ao vender uma sapatilhas “sujas, grafitadas e desgastadas” que custavam 1450€, a marca espanhola de luxo, a Balenciaga, colocou à venda uma mala inspirada nos refugiados com o formato de um saco do lixo, pela módica quantia de 1800 euros.

Segundo Denma Gvasalia, diretor criativo da marca, a coleção é inspirada nos refugiados e nas suas dificuldades de fuga da guerra na Ucrânia. Gvasalia conta que também ele foi refugiado em 1993, quando fugiu da guerra na Geórgia.

O modelo, a que a marca chama “Trash Pouch”, foi apresentado na Semana da Moda de Paris em março e chegou agora às lojas em quatro cores, habituais nos sacos de lixo de plástico que inspiram o design: preto, azul, amarelo e branco.

Nas redes sociais os internautas não têm poupado nas críticas à Balenciaga, acusando a marca de “estar a levar a cabo uma experiência social mórbida”, “fazer uma piada de mau gosto” e de “gozar com os mais pobres”.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS