Mulher com medo de cães adota cão com medo dos humanos

Às vezes para superar nossos medos é preciso enfrentá-los ou… “adotá-los”. Foi o que fez Teresa Hwang, que decidiu virar a página e escrever uma bonita história de amor, maior do que qualquer medo.

Teresa, quando tinha apenas 10 anos de idade, foi mordida na testa por um cão. Alguns anos mais tarde, foi novamente atacada, desta vez numa perna. Depois deste historial traumático com os cães, ela acabou por desenvolver um medo incontrolável com estes animais, e isso prolongou-se por uma boa parte da sua vida. “Atravessava as ruas para evitar passar por cães e pedia aos amigos que visitava que colocassem os cães mais irrequietos ou a ladrar noutras salas”, disse Teresa.

No entanto, com o passar do tempo Teresa passou a se controlar melhor, e a interagir com cães mais meigos, com que se familiarizava independente do tamanho ou da raça – mas sempre entrava em pânico se eles latissem ou rosnassem, mesmo que estivessem apenas a brincar.

Era assim a vida de Teresa com os cães, até conhecer Boo, um cão de abrigo que também tinha medo… mas dos humanos.

Durante dois anos, ambos tiveram que dar pequenos passos para ganhar confiança e desenvolver uma amizade e amor um pelo outro.

No começo foi difícil para os dois. Boo não comia perto dos seus novos donos, não se sentia confortável e preferia manter uma distância segura. Mas com muita paciência e respeitando o espaço do animal, Teresa conseguiu fazer com que ele confiasse nela e com isso ela também aprendeu a confiar nele.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS