Motociclista tentou fugir da polícia a 290 km/h e acabou a chorar após ser detido

Em Oklahoma, nos EUA, o piloto do exército norte-americano Michael Workman foi apanhado pela polícia a conduzir a sua moto a 290 km/h, numa zona limitada a 112 km/h. Quando foi detetado pelas autoridades no radar circulava a 130 km/h, mas decidiu tentar escapar a essa multa leve… um erro enorme.

O motociclista foi perseguido pela polícia e mesmo “esticando” a sua moto até a uma velocidade próxima dos 300 km/h acabou por ser apanhado. Visivelmente abalado, pouco depois percebeu a dimensão do erro que cometeu e acabou a chorar já dentro do carro da polícia.

Com este erro, o que podia ser uma simples multa de trânsito de valor reduzido, passou a uma coima de 5 mil dólares e ainda à possibilidade de uma pena de prisão de até cinco anos.

A câmera instalada no carro-patrulha registou o arrependimento do motociclista quando começa a chorar e se apercebeu das consequências.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS