Marcou e usou o microfone para deixar uma mensagem ao congresso depois dos ataques no Texas e Ohio

O jogador e capitão do Philadelphia Union, Alejandro Bedoya, marcou o primeiro golo na goleada por 5-1 ao DC United, mas o destaque vai para a forma como celebrou.

Bedoya dirigiu-se a um dos microfones próximos à linha lateral e deixou a seguinte mensagem: “Congresso, façam alguma coisa agora. Acabem com a violência armada.”

Isto surge dias depois de dois ataques armados no Texas e em Ohio, nos Estados Unidos. O primeiro foi levado a cabo por um jovem de 21 anos que entrou num hipermercado e tirou a vida a 20 pessoas. Horas depois, em Dayton, outro indivíduo armado matou oito pessoas, uma delas a própria irmã.

“É absurdo ver que isto aconteceu outra vez. Não me vou sentar tranquilamente, ver estas coisas acontecerem e não dizer nada. Antes de ser atleta e jogador de futebol sou um ser humano. Tenho filhos. Não posso ser o único a pensar desta forma. Alguma coisa tem de ser feita, é um grande problema”, afirmou Bedoya, 32 anos.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS