Maquinista travou a tempo e salvou cão que estava amarrado nos carris de uma linha

Na passada terça-feira, pelas 9h00, na província de Chaco, na Argentina, o maquinista de um comboio avistou algo ao longe e imediatamente acionou os travões para conseguir para o comboio a tempo. Foi então que percebeu que se travava de um cão que estava amarrado aos carris. O maquinista conseguiu travar a tempo e o seu assistente saiu da locomotiva para libertar o animal.

“A uns 300 metros consegui ver algo pequeno na linha e abrandei, buzinei mas não aconteceu nada, e aquilo pareceu-me estranho. Foi então que vi o animal amarrado aos carris. Vi que o cão estava desesperado, amarrado, a lutar para sair” contou o maquinista.

O momento foi registado pelo maquinista que depois partilhou no WhatsApp. O vídeo acabou por chegar ao influenciador digital e ativista Fernando Pieroni que divulgou nas suas redes sociais.

@ferpieroni38 #libre #lentejas ♬ original sound – han :))))

Segundo contou o maquinista, esta situação é, infelizmente, habitual na Argentina: “É normal que os cães sejam amarrados assim nos carris, a única diferença é que normalmente, não filmamos isso. Mas este caso tornou-se viral porque eu carreguei o vídeo no WhatsApp e foi aí que todas as reações começaram”.

O ativista Fernando Pieroni apelou nas redes sociais para as pessoas da zona estarem atentas para tentar encontrar o animal, pois se continuasse à solta provavelmente quem o prendeu iria tentar fazê-lo novamente. O apelo teve resultados e o animal foi resgatado e deixado na casa de um amigo do maquinista, para ser posteriormente recolhido.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS