Maquinista pára comboio para salvar cão acorrentado à via

No Chine, o maquinista Andrés Fabricio Argandoña parou o comboio que estava a conduzir, para salvar um cão acorrentado à linha. No vídeo, vê-se o homem a sair do comboio e a aproximar-se do cão, que começa a ladrar e a abanar a cauda ao vê-lo. Quando chega perto, percebe que o animal está amarrado com uma corrente à via, com a clara intenção de um comboio passar e o matar.

“Não há falta de pessoas más de coração”, escreveu o maquinista, na publicação do vídeo que descrevia a situação. “Como pode haver pessoas tão más, digo eu, que deixa cachorros amarrados à via? Isso não se faz”, diz Argandoña, enquanto se aproxima do cão, “Espero que um dia a raça humana mude.”


COMENTÁRIOS

RELACIONADOS