Jovem vítima de bullying recebe “botão dourado” após participação emocionante no America’s Got Talent

A noite de estreia do America’s Got Talent terminou de uma maneira incrível, com a atribuição do primeiro “botão dourado” da temporada a Avery Dixon, um jovem saxofonista que nasceu prematuro e sofreu bullying praticamente durante toda a sua infância.

“Eu estava num lugar tão sombrio que eu realmente queria cometer suicídio”, disse Dixon. “Quando estamos nessa mentalidade, a única coisa que queremos é desistir… Foi quando eu comecei realmente a aprender a tocar (saxofone).”

A atuação de Dixon deixou os jurados e o público aos seus pés com o seu toque melódico e cheio de alma.

“Quando tocas no teu instrumento, tocas com o coração, e nós sentimos isso”, disse Klum.

“Todas as vezes que ouço uma história sobre uma criança que sofre bullying na escola, isso parte o meu coração”, disse Cowell. “Qualquer um daqueles idiotas que te intimidaram, espero que agora estejam assistir a esta audição. Todos nós estávamos a desejar que fosses bom… mas eu não sabia que tu ias ser ótimo.”

A história e o desempenho de Dixon derrubaram o apresentador Terry Crews, que interrompeu a votação dos jurados para acionar o “botão dourado”, o que dá a Dixon o acesso direto a Hollywood.

“Tu tocaste o coração de cada ser humano neste auditório”, disse Crews. “Tu foste intimidado ao longo da tua vida, mas diz a cada um desses valentões que tu tens um irmão mais velho, chamado Terry Crews, que está aqui, que te protege. Todos aqueles valentões vão ter que te ver a ter sucesso.”

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS