José Saramago foi esculpido por Vhils junto ao mar da Lourinhã

O escritor português José Saramago faria ontem 98 anos. Para eternizar o dia, o artista Vhils esculpiu uma gravura do Nobel da Literatura junto ao mar da Lourinhã.

A acompanhar o vídeo, Vhils partilhou uma passagem do livro “A Jangada de Pedra” de José Saramago: “Quantas vezes, para mudar a vida, precisamos da vida inteira, pensamos tanto, tomamos balanço e hesitamos, depois voltamos ao princípio, tornamos a pensar e a pensar, deslocamo-nos nas calhas do tempo com um movimento circular, como os espojinhos que atravessam o campo levantando poeira, folhas secas, insignificâncias, que para mais não lhes chegam as forças, bem melhor seria vivermos em terra de tufões”.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS