Guarda-redes fica com Ferrari destruído ao deixá-lo ao cuidado de uma empresa de lavagem automática

O guarda-redes Federico Marchetti, do Génova, não imaginava o que viria a acontecer, depois de deixar o seu Ferrari 812 Superfast numa empresa de lavagem automática. O empregado do estabelecimento não conseguiu controlar os 800 cavalos de potência do motor e acabou por perder o controlo da viatura, provocando um acidente.

O Ferrari, avaliado em mais de 300 mil euros, acabou por embater contra uma vedação e chocou contra cinco outros carros que estavam estacionados, até ir embater num rail de proteção.

O funcionário em causa saiu sem qualquer lesão do acidente, mas provavelmente terá colocado a sua empresa em avultadas despesas.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS