Guarda-redes do CD Arrifanense vai às lágrimas ao reencontrar a avó que não via há 4 anos

O guarda-redes venezuelano José Marrero, de 27 anos, que joga ao serviço do Arrifanense, da AF Aveiro, viveu no passado domingo um dia de emoções fortes, depois de reencontrar a sua avó que já não via há quatro anos.

Depois da vitória sobre o Nogueira da Regedoura, por 2-0, o guarda-redes teve a maior das surpresas já no final do encontro ao ver na bancada a sua avó. Marrero não conteve as lágrimas, acabando mesmo por se sentar no relvado a chorar.

Rapidamente foi confortado pelos colegas de equipa e, por fim, lá deu aquele abraço emotivo à avó. 🥰

@villamarga #venezolanos #reencuentrofamiliar #reencuentrosdevenezolanos #venezolanosenelmundo #venezolanosenportugal ♬ Te Amare por Mil Años – Salmistas del Amor

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS