Gerente de restaurante mete as mãos ao pescoço de funcionária grávida por fazer muitas pausas

Linda Joyce Wilkerson, de 48 anos, é uma antiga gerente da cadeia de restaurantes Taco Bell, em Oregon, nos Estados Unidos, que se declarou culpada na passada sexta-feira, por agressão e estrangulamento de uma funcionária grávida por esta, alegadamente, no período de trabalho andar a fazer demasiadas pausas para ir à casa de banho.

Numa gravação captada pelas câmaras de videovigilância do restaurante pode ver-se as mulheres a discutirem e a gerente a avançar para a funcionária agarrando-a pelo pescoço.

A agressora foi presente a tribunal e foi condenada a três anos de pena suspensa e a 100 horas de trabalho comunitário. Além disso, a mulher terá ainda de pagar 250 dólares de indemnização à vítima, sendo que também não pode estar em contacto com a vítima.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS