Ferrari F40 em chamas com homem a tentar apagar o fogo da varanda com uma mangueira de jardim

Um modelo F40, da Ferrari, considerado por muitos o “pai” dos superdesportivos e avaliado em 1.3 milhões de euros, ficou destruído após ter pegado fogo na última quarta-feira em Monte Carlo, no Principado do Mónaco.

O incêndio terá começado na parte de trás do veículo, onde fica o motor, e rapidamente se alastrou à parte inferior do carro, obrigando à saída do veículo do condutor, que indefeso perante as chamas, apenas esbracejou como única resposta para a cena de impotência que foi deixando o carro consumido.

Num segundo vídeo, já se vê as chamas a tomarem conta de dois terços do Ferrari, com um homem que estava numa varanda vizinha a tentar ajudar a apagar o fogo com uma mangueira de jardim.

Valeu pela intenção, mas, pelo que se vê, pouco havia a fazer pelo Ferrari F40 no ponto a que as chamas chegaram.

PUB

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS