Fernando Rocha conseguiu prótese para menino que nasceu sem mão

No passado sábado, o humorista Fernando Rocha conseguiu uma nova prótese para Diogo Farinhoto, um menino de 10 anos de Caminha que nasceu sem a mão direita. Foram angariados 13 mil euros através de um espectáculo solidário que encheu o Pavilhão Municipal de Caminha, que contou também com o apoio de uma empresa especializada em próteses.

Nas redes sociais Fernando Rocha resumiu a história: “MISSÃO CUMPRIDA…
Hoje quero agradecer ao público de Caminha por ter ido a este espetáculo que tinha o objectivo de arrecadar dinheiro para uma prótese para o pequeno Diogo.
Resultado, casa cheia e objectivo alcançado. 
Só o conseguimos com a União de várias forças. Um dia vi o caso do Diogo nas redes sociais e voluntariei-me para oferecer um espetáculo, alguém viu o meu post (Henrique Dantas) e fez chegar aos pais do Diogo e à autarquia de Caminha, que logo se disponibilizou com o pavilhão, a @audio_stage do meu grande amigo Paulo Baixinho,
ofereceu o som e luz. 
Com isto, conseguimos arrecadar 13.000€, apesar de não chegar para cobrir as despesas da prótese, o Dr. Marco Baggini da @ortoadapta empresa que construiu a prótese, assumiu o restante.
Assim se demonstra que todos unidos em direcção ao mesmo objectivo, tudo se consegue.
Este evento não mudou o mundo, mas mudou a vida desta criança.
Há uma coisa que quero dizer ao pequeno Diogo e ao público maravilhoso:
CONSEGUIMOS CARAAAAAALHO!!!”

O jovem Diogo Farinhoto necessitava de uma mão mioeléctrica e já é a terceira desde que nasceu. Durante a fase de crescimento terá de a renovar periodicamente e cada prótese custa em média 16 mil euros.

Na publicação de Fernando Rocha, a mãe de Diogo, Elisabete Gonçalves, escreveu: “Estou de coração cheio. Nunca na minha vida pensei viver o dia de hoje”. E dirigindo-se ao humorista, agradeceu: “Obrigado por ser a pessoa maravilhosa que é, humilde e de coração grande. Sem nos conhecer de lado nenhum disponibilizou-se logo para nos ajudar. Sem duvida que fez uma criança muito feliz”.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS