Enfermeira reformada salvou bebé que deixou de respirar durante viagem de avião

A enfermeira reformada, Tamara Panzino, estava num voo da Spirit Airlines de Pittsburgh para Orlando, nos EUA, quando ouviu uma assistente de bordo a dizer que havia uma criança sem respirar. Sem pensar duas vez a mulher correu para a parte de trás do avião para tentar ajudar.

“Não sabia com o que ia lidar (…) Vi uma criança. A cabeça estava caída para trás. E os lábios azuis… E o meu coração simplesmente parou”, contou Tamara à WESH, uma filial da CNN.

Após algumas perguntas rápidas, a mulher entregou o bebé ao pai para ele segurar enquanto ela tentava salvar o bebé. “Ele segurou-o enquanto eu fazia uma massagem cardíaca, uma espécie de abanão agressivo no peito. Para fazer com que o bebé reaja, beliscando-o. Tentando fazê-lo chorar ou respirar fundo”, disse Tamara. Logo depois a cor do bebé voltou e Panzino não precisou de fazer reanimação cardiorrespiratória.

A companhia aérea agradeceu o gesto: “Estendemos a nossa mais profunda gratidão a Tamara por ter vindo em auxílio dos nossos passageiros, e aplaudimos a nossa tripulação pela sua resposta rápida”.

Tamara Panzino disse ainda que a companhia aérea tinha tudo o que precisava para responder a esta emergência a bordo.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS