Empregada vítima de abusos filma-se em segredo a pedir ajuda

Uma empregada doméstica, de 25 anos, natural do Bangladesh, filmou-se em segredo para relatar os abusos de que é alvo na casa do seu patrão, na Arábia Saudita. O vídeo foi publicado no seu perfil do Facebook onde fala sobre agressão sexual e física à mão do empregador.

“Se calhar não vou viver muito tempo, por favor, salvem-me. Prenderam-me durante 15 dias e mal me deram comida. Queimaram as minhas mãos com óleo quente e ataram-me”, contou a mulher.

A BRAC, uma organização não-governamental sedidada no Bangladesh que se dedica a causas humanitárias, informou que a mulher continua a viver em casa do patrão, mas por causa do vídeo ficou sem telefone. A organização está a tentar resgatá-la, mas ainda sem sucesso.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS