Do escândalo mundial à fúria dos adeptos… assim foram os golos do suspeito jogo combinado na Colômbia!

O Unión Magdalena subiu à primeira divisão na Colômbia após um jogo polémico que está nas bocas do mundo pelos piores motivos. Tudo aconteceu no encontro da última jornada, na receção do Llaneros ao Unión Magdalena, este último ainda na luta por um lugar de subida ao primeiro escalão do futebol profissional colombiano.

A equipa da casa até começou por se adiantar no marcador, mas o pior chegou nos descontos, com os jogadores do Llaneros a ficarem parados, à exceção do guarda-redes, a ver os adversários a jogar e a marcar dois golos aos 90+5′ e 90+6′. É ver para crer!

O caso já está a ser investigado e já mereceu comentários de algumas estrelas do futebol, como Juan Quadrado, lateral da Juventus, e Matheus Uribe, médio do FC Porto.

Já o presidente do país sul-americano pede que a situação seja rapidamente esclarecida, já que considera tratar-se de uma vergonha nacional. “Aquilo que aconteceu no jogo de subida à Primeira Divisão do futebol colombiano é uma vergonha nacional. O desporto requer transparência, honestidade e zero tolerância face a qualquer situação que não seja legítima da ética desportiva. O Ministério dos Desportos e o ministro do desporto já estão a dar seguimento do caso para as autoridades competentes, a Primeira Liga de futebol e a Federação de Futebol da Colômbia, para que esta situação seja esclarecida com celeridade”, escreveu Iván Duque na sua conta oficial do Twitter.

O episódio está também a provocar a revolta de dirigentes e adeptos em geral, bem como os da própria equipa do Unión Magdalena e Llaneros.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS