Conselheira de Saúde não contém lágrimas ao recordar os médicos que morreram

Verónica Casado, Conselheira de Saúde da região espanhola de Castela e Leão, não conteve as lágrimas ao recordar o nome dos profissionais de saúde que morreram devido à Covid-19.

Na origem da situação estava a referência à morte de cinco profissionais de saúde na região. “Ai, perdão” e “tenho que conseguir” foram algumas das frases proferidas por Verónica, enquanto as emoções tomavam conta de si. A sua intervenção culminou com uma salva de palmas a estas vítimas.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS