Condutor recusa transportar passageira após ouvir comentários racistas

Na Pensilvânia, nos EUA, um condutor da Lyft registou o momento em que expulsou uma passageira após ouvir comentários racistas. Assim que viu o condutor a passageira disse “uau um homem branco”, comentado ainda que era “uma pessoa normal”. O condutor mostrou tolerância zero para os comentários proferidos pela passageira e ordenou que saísse do carro. Mesmo reagindo de forma educada o condutor ainda foi ameaçado.

Tanto a Lyft, como a Uber, entre outras empresas do ramo, já declararam anteriormente que nas suas viagens existe tolerância zero para o racismo.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS