Comprou 4800 rolos de papel higiénico para vender, tentou devolver e foi humilhado

Não é novidade que a pandemia provocou uma loucura pela compra de papel higiénico e outros produtos, ao ponto de levar a rotura de stock em várias superfícies comerciais.

Como sempre existem os chicos-espertos que tentam lucrar com a elevada procura, comprando o máximo de produtos para depois vender. Foi o que aconteceu num hipermercado australiano, quando um cliente comprou cerca de 4800 rolos de papel higiénico e 150 unidades de gel desinfetante, para depois vender na Internet a preços inflacionados… mas como não conseguiu despachar o stock, tentou devolvê-los.

A ação levou o diretor do hipermercado, John-Paul Drake, a recorrer às redes sociais para deixar um desabafo e apelar para que os cidadãos se comportem de forma responsável.

Tive, ontem, o meu primeiro cliente que disse que queria um reembolso de 150 pacotes de 32 unidades de papel higiénico e 150 unidades de gel desinfetante de um litro”, começou por dizer o diretor.

Disse-lhe isto [mostra o dedo do meio]. Esse é o tipo de pessoa que está a causar o problema em todo o país”, completou John-Paul Drake.

PUB

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS