Cão abandonado por russos protege agora os ucranianos

Um pastor-belga-malinois, de 3 anos, apelidado pelo exército ucraniano de Max, foi levado pelos russos para a guerra na Ucrânia, mas depois de alguns dias acabou abandonado por eles na região de Mykolaiv.

Perante esta situação o exército ucraniano acolheu e tratou o animal, estando neste momento a combater ao lado dos ucranianos na deteção de explosivos escondidos no país. Esta é uma raça extremamente corajosa, inteligente e atlética.

Um dos membros da Guarda Nacional da Ucrânia, disse ao DailyStar que “a partir de agora, Max está a servir o país correto, a defender a Ucrânia. Não conseguimos perceber porque é que os russos deixaram para trás um animal tão adorável”.

Max junta-se assim a muitos outros amigos que estão a proteger a Ucrânia. Um muito conhecido é o Patron, um Jack Russell, que é uma verdadeira máquina na deteção de engenhos explosivos e que recentemente recebeu inclusive uma medalha de mérito por parte do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS