Ativistas invadem matadouro e acorrentam-se à linha de abate… mas não corre bem!

Um grupo de ativistas dos direitos dos animais invadiu uma área privada de produção industrial de patos, que também funciona como matadouro, prendendo o pescoço de alguns elementos do grupo à linha de abate, de forma a interromper a matança dos animais em Petaluma, Califórnia, nos Estados Unidos.

Acontece que no momento em que já vários ativistas estavam presos, a linha de abate recomeçou, estrangulando um dos ativistas contra um poste. Foram momentos de pânico os que se viveram de seguida.

Felizmente um dos trabalhadores do matadouro entrou a correr, agarrando a linha de abate na tentativa de impedi-la de avançar, acabando depois por outro trabalhador do matadouro desligar a linha.

Trinta e dois patos foram resgatados durante a ação e levados para um abrigo. Quase 100 ativistas foram presos pelo ato desafiador de desobediência civil não violenta em protesto contra o abate de animais.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS