Americano vive em Boeing 727 que comprou na sucata em 1999 por 100 mil dólares

Bruce Campbell, um engenheiro de eletrónica de Hillsboro, um subúrbio de Portland, Oregon, nos Estados Unidos, desde muito novo sonhava morar num avião, depois de ver aos 15 anos um cemitério de aviões na televisão.

Determinado a transformar o seu sonho em realidade, Campbell decidiu encontrar uma aeronave adequada para converter numa casa.

Após vários meses a procurar, uma empresa finalmente encontrou um Boeing 727 com capacidade para 200 passageiros para Campbell. Este avião em particular tinha uma história interessante, pois foi usado para transportar os restos mortais do proprietário da companhia aérea, Aristóteles Onassis, em 1975. O falecido magnata greco-argentino da navegação era casado com a ex-primeira-dama Jacqueline Kennedy Onassis no momento da sua morte.

Assim que o avião ficou pronto, foi rebocado pelas ruas do centro de Hillsboro até ao terreno de Campbell, um processo que envolveu a remoção dos motores e outros elementos. Além dos 100 mil dólares desembolsados para a compra do avião, Bruce gastou mais 220 mil para converter o Boeing na sua casa. Assim, ele removeu quase todos os assentos de passageiros para conseguir mais espaço e comodidade. Equipado com água e eletricidade, os mais de 320 metros quadrados da nave mostraram-se bastante luxuosos para ele.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS