Adepto norte-americano com braçadeira arco-íris foi obrigado a sair do estádio no Irão-EUA

O jornalista Rasus Tantholdt, do canal dinamarquês TV2, registou o momento em que o adepto Brian Davis foi obrigado a sair do Estádio Al Thumama, antes do jogo Irão-EUA, por estar a usar uma braçadeira com as cores do arco-íris.

Após ser interpelado pelas autoridades nas bancadas, Brian acabou por ser encaminhado para o exterior do estádio. O adepto relatou o que aconteceu ao jornalista Rasus Tantholdt: “Eles torceram-me um bocado o braço, mas estou bem. Eles foram muito agressivos. Acho que foi por causa da braçadeira. Perguntei ao segurança se podia usá-la e ele disse que sim (…) Depois estava sentado normalmente na bancada e eles vieram dizer-me que tinha de tirar a braçadeira. Respondi que isso não era verdade e entretanto este polícia foi à minha beira e torceu-me o braço com agressividade”.

O jornalista testemunhou a saída de Brian Davis do estádio, mas posteriormente o adepto norte-americano conseguiu voltar a entrar no recinto, desta vez sem a braçadeira.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS