Adepta estudante de medicina diagnosticou cancro a treinador em pleno jogo

O treinador Brian Hamilton foi alertado em pleno jogo para um melanoma maligno que estava a crescer na sua nuca. Nadia Popovic, de 22 anos, estudante de medicina, estava a ver um jogo de hóquei no gelo no Canadá entre Seattle Kraken e Vancouver Canucks, quando reparou num sinal na nuca do agora treinador adjunto dos Canucks.

A jovem escreveu uma mensagem no próprio telemóvel e chamou a atenção de Hamilton de forma a ele ler. Dois dias depois foi-lhe diagnosticado um melanoma maligno, imediatamente retirado. Pouco tempo depois, Brian lançou um repto para encontrar a pessoa que, segundo o próprio, lhe salvou a vida.

“A mensagem que ela me mostrou no telemóvel ficará para sempre gravada no meu cérebro e possibilitou que esteja vivo. Os seus instintos estavam certos, aquele sinal na minha nuca era maligno e, graças à sua persistência e ao trabalho rápido dos médicos, desapareceu”, contou o treinador.

Nadia Popovic foi identificada e no passado sábado os dois protagonistas reencontraram-se. Para além do reconhecimento pessoal, a estudante recebeu ainda 8800 euros que o clube reuniu para ajudar nas despesas do curso.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS