A cidade-fantasma na Europa onde as temperaturas atingem os -50ºC

A cidade mineira de Vorkuta, na República Autónoma dos Komi, na Rússia, já foi conhecida como a capital do mundo, por nela habitarem pessoas de muitas nacionalidades. Quando o trabalho começou a escassear e os termómetros começaram a atingir em certas alturas temperaturas de -50ºC, os seus habitantes começaram a abandonar o local.

Vorkuta é uma das cidades mais frias da Europa e já acolheu um campo de prisioneiros de Gulag, estabelecido por Stalin. Hoje em dia é um local praticamente abandonado. Até à migração da população, a cidade contava com mais de 70 mil habitantes.

O frio tem provocado consequências nas habitações, com gelo a formar-se por todas as superfícies, inclusive nos veículos abandonados, completamente cobertos por um manto branco.

Fica com algumas imagens desta cidade fantasma vestida de branco.

COMENTÁRIOS

RELACIONADOS