Presidente do PAOK invadiu o terreno de jogo com uma arma para agredir o árbitro
12/03/2018

O jogo entre o PAOK e o AEK Atenas foi interrompido, na sequência de incidentes no relvado e nas bancadas do recinto do emblema de Salónica. Perto do final, e com tudo empatado a zero, Fernando Varela, central do PAOK, colocou a bola no fundo da baliza já no tempo de compensação, apontando aquele que seria o golo inaugural do desafio. O árbitro Giorgos Kominis validou o golo, mas poucos minutos depois, após conversar com os seus assistentes, anulou-o. E bem.

O desfecho não agradou aos adeptos, que invadiram o relvado, e até mesmo o Presidente do PAOK, Ivan Savvidis, que entrou no terreno de jogo para perseguir a equipa de arbitragem, que rapidamente recolheu aos balneários.

A entrada no relvado do líder do PAOK ganhou ainda maior destaque nas redes sociais, quando nas imagens, é possível ver que Savvidis surge com uma pistola no coldre. Curiosamente, só os seguranças impediram que Savvidis alcançasse o árbitro – o capitão Vieirinha ainda tentou impedir o presidente de entrar no relvado mas em vão.

O PAOK é o segundo classificado do campeonato grego, com 53 pontos, enquanto o AEK é líder da prova, com 55.