Passageiros saíram do avião para o empurrar... com 52 graus negativos!
27/11/2014

Este insólito aconteceu na passada terça-feira, na Síbéria, Rússia, quando as rodas de um Tupolev Tu-134, da UTair, ficaram coladas ao piso coberto de gelo, depois de estar 24 horas exposto à temperatura extrema que se fazia sentir em Igarka, 163 km acima do circulo polar ártico.

Com 52 graus negativos, mais de 70 pessoas colocaram mãos à obra e saíram do avião para dar um empurrão! Algum tempo depois, o voo acabou por seguir sem problemas, mas as autoridades de aviação da Rússia resolveram abrir um inquérito.