13/07/2018

O detentor do recorde do Guinness de unhas com maior comprimento numa só mão resolveu cortá-las, 66 anos depois de as ter começado a deixar crescer. Shridhar Chillal, de 82 anos, parou de cortar as unhas em 1952 após ter sido admoestado por uma professora por estar a brincar com um amigo e lhe ter partido uma unha.

Devido ao comprimento excessivo e ao peso das unhas, bem como pelo facto de os dedos estarem sempre juntos numa determinada posição, Shridhar acabou mesmo por perder os movimentos da mão esquerda. Mas apesar de tudo não tomou a decisão de se despedir das suas "amigas" de ânimo leve. "Quando decidi cortar as unhas, foi difícil para mim. Mas quando percebi que iam ser expostas num museu e que iam cuidar delas, senti que estava a fazer a coisa certa", revelou o homem.

O comprimento total combinado das unhas do homem está registado nos 909,6 centímetros. Só a unha do polegar, a maior do conjunto, mede 197,8 centímetros. As unhas de Shridhar Chillal estão agora em exposição no museu Ripley's Believe It or Not!, em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

15/06/2018

Um homem teve uma performance incrível no programa de talentos America’s Got Talent, onde com a ajuda de projeções e um braço mecânico, preso à cintura, aleado aos seus movimentos que acompanham as imagens projetadas, deu a sensação de que se deslava de um mundo virtual para outro de forma épica.

Vale a pena assistir ao resultado deste número chamado "Front Pictures"! 👏

09/05/2018

O jovem Feliks Zemdegs, de 22 anos, precisou apenas de 4,22 segundos para resolver o Cubo de Rubik, quando a grande maioria dos humanos precisaria de horas, dias... e se o conseguisse resolver. Isto aconteceu num evento dedicado ao famoso Cubo, em Melbourne, na Austrália.

Feliks superou o anterior recorde de 4.59 segundos, que pertencia ao sul-coreano SeungBeom Cho.

19/04/2018

Subir o Monte El Captain, situado no Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia, já foi considerado impossível, até que um dia alguém estabeleceu um recorde que nunca pensaram que fosse quebrado. Isto até aparecer os alpinistas Brad Gobright e Jim Reynolds, que conseguiram quebrar o recorde de velocidade de escalada.

A dupla escalou a formação rochosa de quase 1000 metros em 2 horas, 19 minutos e 44 segundos. A primeira vez que o El Captain foi escalado em 1958 a subida demorou 17 horas.