28/06/2018

Marcelo Rebelo de Sousa encontrou-se ontem com Donald Trump, na Casa Branca, em Washington, onde conversaram durante alguns minutos sobre o Mundial na Rússia, o vinho da Madeira e as relações entre os dois países. O Presidente norte-americano chegou mesmo a perguntar a Marcelo se Cristiano Ronaldo pode vir a ser candidato à Presidência da República.

28/06/2018

O Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, chegou ontem à mítica Casa Branca onde foi recebido pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Logo à chegada, o representante máximo de Portugal antecipou-se ao "famoso" aperto de mão de Trump e deu-lhe a provar do seu próprio "veneno".

Para quem não sabe, Trump tem por hábito cumprimentar líderes de outros países com um forte aperto de mão, seguido de um ou mais puxões. Se nunca viste o "truque" de Trump para se superiorizar aos outros líderes, confere no segundo vídeo alguns desses momentos.

continuar a ler
25/05/2018

Durante a entrega de algumas lembranças, após o seu discurso num comício eleitoral em Aosta, na Itália, o polémico político italiano Silvio Berlusconi, disse sem qualquer embaraço que preferia receber de presente a jovem que estava ao seu lado em vez dos presentes que estava a receber.

Ao seu lado, estava também, o coordenador regional do partido Força Itália, que é nada mais, nada menos, que o pai da jovem. 🤐

18/04/2018

Ontem, em pleno Parlamento Europeu, o presidente francês Emmanuel Macron foi arrasado pela eurodeputada portuguesa Marisa Matias, que o batizou de "pequeno Napoleão", sem "conceção de Democracia".

"O senhor apresenta-se aqui como presidente de França, mas na realidade deve pensar que é um pequeno Napoleão… É que veio fazer uma declaração de amor à Democracia, disse mesmo que a Democracia não é uma palavra oca. E eu pergunto-lhe: que Democracia?", começou por dizer Marisa.

"A sua conceção de Democracia não tem cidadãos, não tem parlamentos? Não ouve a assembleia francesa? Ridiculariza as instituições europeias? A sua conceção de democracia não é oca. É inexistente", continuou a eurodeputada portuguesa. Marisa Matias referia-se ao ataque à Síria, que resultou de uma aliança entre EUA, França e Alemanha, sem que outros países fossem ouvidos.

"Se o senhor quer paz no Médio Oriente, tem um bom remédio: pare de vender armas", disparou para finalizar Marisa Matias.